"V1RN" INFORMAÇÃO COM IMPARCIALIDADE E CREDIBILIDADE 

sábado, 23 de novembro de 2019

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte promoveu mais um grande descarte. Foram 17 mil processos descartados após criteriosa análise da comissão de gestão documental judicial. Todo papel foi doado para a cooperativa de reciclagem COOPCICLA. Esta foi a segunda doação feita pela JFRN neste ano. Com isso, 2019 encerrará com 41 mil processos descartados.

Não são poucos os casos em que processos trabalhistas ficam parados, durante semanas e até meses, à espera do depoimento de uma testemunha que mora numa cidade distante da Vara do Trabalho.
A espera por uma carta precatória inquiritória, instrumento utilizado para solicitar que um juiz de uma outra cidade ouça uma testemunha, às vezes, demora meses.  No caso das cartas rogatórias, usadas para se ouvir uma testemunha no exterior, a demora é ainda maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário