"V1RN" INFORMAÇÃO COM IMPARCIALIDADE E CREDIBILIDADE 

terça-feira, 7 de maio de 2019

RN será o primeiro estado a ter um Plano Estadual de Segurança, anuncia Fátima


O governo Fátima Bezerra (PT) anunciou nesta terça-feira (7) que o Rio Grande do Norte será o primeiro Estado do país a a ter o seu Plano Estadual de Segurança, construído com base nas diretrizes apontadas pelo Plano Nacional de Segurança, conforme determinado pelo Ministério da Justiça.
As discussões para elaboração do plano foram iniciadas hoje, cujo produto final terá sido alimentado pelas diversas secretarias que compõem o governo, mais representantes da sociedade civil, sob a coordenação do vice-governador Antenor Roberto, como foi informado pela governadora Fátima Bezerra.
“Hoje é um dia muito importante porque estamos discutindo um tema salutar para conseguirmos avançar, cada vez mais, no sentido de trazer a paz e o sossego para nossa população”, declarou a governadora, que destacou na mesa e na plateia a presença “dos atores que representam os papeis mais importantes neste campo que são os trabalhadores da segurança e os representantes da sociedade civil”.
Empolgada com o decréscimo dos índices de criminalidade nos primeiros meses do governo, Fátima credita e aposta no trabalho integrado “entre as forças da segurança e secretarias, como a Educação, para que o RN avance nas ações de prevenção tão necessárias para o nosso estado”, destacou. A chefe do Executivo estadual também confirmou o compromisso do estado em valorizar profissionais e investir em equipamentos necessários para garantir a segurança e destacou a presença da consultora do Banco Mundial, Isabel Figueiredo, que palestrou sobre a modelagem do plano.
Coronel Araújo, que é secretário de Segurança, e o desembargador João Rebouças, presidente do TJRN.
O secretário de estado da Defesa e Segurança Pública, Francisco Araújo, também destacou a importância do ato realizado no auditório da governadoria e reiterou que o RN está sendo pioneiro em formalizar o Plano Estadual de Segurança. ”Na reunião que tivemos em Brasília com o ministro Moro, a grande pergunta dos secretários era: como organizar os planos estaduais? Ele orientou que deveríamos estar alinhados com o Plano Nacional para podermos integrar o Sistema Nacional de Segurança Pública”, disse. Ele acredita que do jeito que será construído – com transparência e participação de diversos setores – o plano terá a legitimidade das instituições e da sociedade. “Agradeço a oportunidade de estar sendo secretário e participar desse momento tão importante para o RN”, concluiu.
A reunião contou com a presença do presidente da Associação dos Cabos e Soldados, Roberto Campos, que destacou a importância do envolvimento de todas as forças de segurança e que o plano “contemple os trabalhadores”. Para Arméli Brennand, futura secretária das Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos, o plano deve atender “às especificidades e necessidades de todas as pessoas do RN”.
Compondo a mesa diretora, além das pessoas já citadas, estavam o deputado e presidente em exercício da Assembleia Legislativa, George Soares, o presidente do Tribunal de Justiça, João Batista Rebouças, o procurador geral de justiça, Eudo Leite, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Aldo Medeiros, o defensor público geral, Marcus Vinícius Alves, e a delegada geral de Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva Gomes.
DADOS SOBRE A SEGURANÇA
O Governo do RN tem a previsão de receber ainda em 2019 recursos na ordem de R$ 80 milhões para investimento na Segurança Pública, através de um convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). A verba vai ser aplicada em diversas áreas da segurança e inclui modernização dos equipamentos e sistemas do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) e do Centro de Inteligência da Sesed.
Nos quatro primeiros meses do ano, houve redução de 32,5 % nos homicídios; os arrombamentos de residências saíram de 23 no ano passado para 10 neste ano (redução de 56%); os percentuais de furto e roubo de veículos também caíram respectivamente de 42,8% e 29,6%, se comparado ao mesmo período. Foram os quatro meses menos violento dos últimos cinco anos em nosso estado. O trabalho das Forças de Segurança poupou 233 vidas.
Este ano, foi criado o Núcleo de Combate ao Feminicídio dentro da DHPP - Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia civil, e implantado o regime de plantões de 24h na Delegacia de Assistência à Mulher (DEAM), na zona norte de Natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário