"V1RN" INFORMAÇÃO COM IMPARCIALIDADE E CREDIBILIDADE 

segunda-feira, 11 de março de 2019

Dnit seguirá orientações de Bolsonaro, mas radares não serão completamente extintos


O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) emitiu uma nota revelando que seguirá as orientações presidenciais e está fazendo um estudo em toda a malha viária federal, com o apoio da PRF, e somente funcionarão radares em locais onde seja indispensável seu emprego tecnicamente.
Após o presidente Jair Bolsonaro anunciar a extinção das lombadas eletrônicas nas rodovias federais, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), informou que está sendo feito um estudo e os radares deverão funcionar somente onde seja indispensável.
A nota ainda informa que devido aos novos contratos que foram feitos, haverá um processo de modernização, substituição de equipamentos e reavaliação dos pontos de instalação dos equipamentos. Na Paraíba, o contrato de R$ 59.384.650,04 já está em vigor e tem como objetivo a instalação de 186 equipamentos, sendo 71 substituições e 115 em novos pontos previstos.
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, defende que não seja feito um gasto excessivo em contratos com lombadas eletrônicas. Para ele, é melhor que esse valor seja utilizado na manutenção e restauração das rodovias. “O controle de velocidade deve existir onde os acidentes são causados por excesso de velocidade, mas nem todo acidente é gerado por isso, temos acidentes que acontecem por imprudência no trânsito ou por problemas estruturais na via”, afirma.
PARAIBA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário