"V1RN" INFORMAÇÃO COM IMPARCIALIDADE E CREDIBILIDADE 

sábado, 18 de junho de 2016

Ministro da Fazenda diz que Saúde e Educação não serão prejudicados

HENRIQUE MEIRELLESO ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o limite colocado para a expansão dos gastos públicos não tira dinheiro da Saúde e da Educação. Pelo contrário, o valor mínimo a ser aplicado nessas áreas será aumentando anualmente, corrigido pela inflação.
A explicação foi dada nesta sexta-feira (17) durante entrevista à rádio CBN. Segundo Meirelles, a nova regra, depois de aprovada, diz que, caso o Congresso queira aumentar os recursos de uma área, terá de reduzir em outra para garantir o equilíbrio do Orçamento.
O limite para a expansão dos gastos vai funcionar de maneira semelhante a um orçamento familiar – para fazer uma nova despesa, uma outra terá de ser cortada. Meirelles ainda observou que essa proposta tem “mecanismos de autocorreção”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário