"V1RN" INFORMAÇÃO COM IMPARCIALIDADE E CREDIBILIDADE 

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Mossoró: Bastidores da Câmara fervem por causa da Verba de Gabinete

Está grande o “moído” nos intramuros da Câmara Municipal de Mossoró. A presidente Izabel Montenegro (PMDB) é sitiada com cobrança para reimplantar a Verba de Gabinete, retirada no primeiro semestre do ano passado por recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Essa rubrica garantia recursos de R$ 8.900,00 por mês para cada vereador, ou seja, totalizando R$ 186.900 cumulativamente (21 vereadores) mensalmente, para despesas com combustível, material de expediente, divulgação etc.
Alguns vereadores chegaram a votar em Izabel, à presidência da Casa (no último dia 1º de janeiro), com a crença de que haveria o resgate da Verba de Gabinete. Até aqui, ela não sinaliza com essa decisão. Nem o TCE.
Por Carlos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário